Cuba em Portugal

«É necessário denunciar o silêncio cúmplice do governo dos Estados Unidos»

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla, denunciou, na terça-feira, 12 de maio, o silêncio cúmplice dos Estados Unidos relativamente ao ataque terrorista à Embaixada de Cuba em Washington, ocorrido em 30 de abril passado. O anterior veio a público durante uma entrevista coletiva virtual, oferecida na sede da Chancelaria cubana.

Rodríguez Parrilla declarou à imprensa que o assalto foi perpetrado pelo cidadão cubano Alexander Alazo Baró, uma pessoa de origem cubana e que mora nos Estados Unidos desde o ano 2010.

Publica o órgão oficial do Partido Comunista Português artigo sobre Cuba.

Lisboa  7 de maio de 2020. O jornal "Avante", órgão oficial do Partido Comunista Português (PCP) na sua edição  impressa e digital de hoje publicou um artigo intitulado "Embaixada de Cuba em Washington atacada", no qual classifica o facto de grave e inaceitâvel e salienta as declarações  do nosso Oresidente Miguel Diaz-Canel e do nosso Ministro das Relações  Exteriores, Bruno Rodríguez sobre este facto.

Nota informativa Nº 4/2020 sobre medidas adotadas pela Secção Consular de Cuba em Portugal face a propagação do Covid-19.

Face a grave situação epidemiológica internacional pelo alto nĺvel de propagação do novo Coronavirus (SARS CoV 2/Covid-19) e a sua acelerada expansão, a secção  Consular de Cuba em Portugal informa que manter-se-á a realização dos trámites consulares de forma não presencial. 

Alem disso, as medidas que foram adotadas temporariamente e estão em  vigor desde o 19 de março de 2020, continúam vigentes até novo aviso:

Mensagem de solidariedade com Cuba do Partido Comunista Português

Lisboa, 5 de maio de 2020. O Partido  Comunista Português (PCP) enviou uma mensagem manifestando o seu repúdio pelo ataque a nossa missão  em Estados Unidos. Classificou o facto de grave e inaceitável e solicitou ao governo dos Estados Unidos a tomada se medidas efetivas que garantam a proteção  das sedes diplomáticas, o respeito ao direito internacional e especialmente da Convenção de Viena. Exige uma rápida  e conclusiva investigação  para determinar responsabilidades neste novo ato de violência contra Cuba.

Mensagem de solidariedade com Cuba do Movimento Democrático de Mulheres em Portugal

Lisboa, 5 de maio de 2020. O Movimento  Democrático de Mulheres em Portugal enviou uma mensagem a nossa Embaixada, na qual manifesta a sua preocupação pelo recrudescimento do bloqueio comercial, económico  e diplomático dos Estados Unidos contra Cuba, que agudiza a sua intervenção nestes momentes, impedindo entidades  e empresas de fornecerem bens essenciais ao nosso país, o qual faz com que aumenten as dificuldades.

Pages